Tag

cinema

TV e Cinema

Filme | Passageiros estreia dia 5 de janeiro nos cinemas

04/01/2017

E vem filme bom por aí! Escrito por Jon Spaihts (Prometheus, Doutor Estranho) e com direção de Morten Tyldum (indicado ao Oscar por O Jogo da Imitação), Passageiros estreia dia 5 de janeiro, quinta-feira, nos principais cinemas do Brasil. A história do filme se resume basicamente a uma viagem de rotina no espaço. Dois passageiros são despertados 90 anos antes do tempo programado, devido a um mal funcionamento de suas cabines.

Sozinhos, Jim (Chris Pratt) e Aurora (Jennifer Lawrence) começam a estreitar o seu relacionamento. Contudo, a paz é ameaçada quando eles descobrem que a nave está correndo um sério risco e que eles são os únicos capazes de salvar os mais de cinco mil passageiros em sono profundo.

Pelo trailer já conseguimos perceber que escolheram os atores certos, né? Chris Pratt (que conquistou corações em Guardiões da Galáxia) e Jennifer Lawrence tem química de sobra! Eles parecem se conhecer como ninguém! E de acordo com as críticas que li por aí, o filme parece ter um bom roteiro e ótimas cenas. Acredito que realmente vale o ingresso.

Já estou suuuuuuuuuper ansiosa e louca pra conferir Passageiros. Partiu? 😀
Promoção: Espaço /Z

Ficha técnica
Data de lançamento 5 de janeiro de 2017 (1h 57min)
Direção: Morten Tyldum
Elenco: Jennifer Lawrence, Chris Pratt, Michael Sheen mais
Gêneros: Ficção científica, Romance, Ação
Nacionalidade: Eua

assinatura-manteiga-derretida-blog-belo-horizonte

 

 

 

TV e Cinema

Filme | A Little Bit of Heaven

11/04/2016

ALBOH_Quad.indd

É muito engraçado como eu amo filmes de terror e também os de romance. Não sei explicar porque, só sei que sou assim. E a dica de filme da vez é A Little Bit of Heaven, Pronta para Amar em português. E o melhor, tem no Netflix!

Marley Corbett, interpretada por Kate Hudson, é uma jovem divertida que tem medo de se entregar completamente em um relacionamento. Ela tenta usar o humor para impedir que os problemas se agravem, mas é pega de surpresa quando, ao visitar o médico Julian Goldstein, interpretado por Gael García Bernal, descobre que está com uma doença grave.

Filme  A Little Bit of Heaven -manteiga-derretida

É aquela velha história clichê de um personagem à beira da morte que encontra o grande amor de sua vida. Mas Kate Hudson está incrível, como sempre. Não é a toa que um dos meus filmes favoritos é com ela, How To Lose a Guy in 10 Days. O filme é super divertido e envolve também relacionamentos familiares em segundo plano. Estes foram os responsáveis por me fazer chorar dessa vez.

Filme  A Little Bit of Heaven -manteiga-derretida 4

Gael García Bernal também não fica para trás. Lindo como sempre, caiu muito bem no papel de cara romântico. Adorava o ator desde Diário de Motocicleta. Mas aí veio Ensaio Sobre a Cegueira e peguei birra. Agora me apaixonei de novo. Acontece. :p

Filme  A Little Bit of Heaven -manteiga-derretida 1

Filme  A Little Bit of Heaven -manteiga-derretida 2

Apesar da história clichê, como disse, o decorrer do filme é muito gostoso, emocionante, divertido e cheio de surpresas. Os amigos de Marley são incríveis e o filme ainda conta com a participação especial de uma atriz foda e divertida. Bom para rir, chorar e refletir. Um filme fácil de gostar às vezes é necessário.

Se quiserem mais dicas de filme, é só navegar pela TAG. Lá no meu Snap (flaviamqu) tem dica quase todo dia. 😉

assinatura-manteiga-derretida-blog-belo-horizonte

 

 

 

TV e Cinema

Filme | Into The Wild

12/08/2015

Filme  Into The Wild

Estou pra dizer pra vocês que esse é o meu filme favorito na vida inteira. Into The Wild, traduzido para o português, Na Natureza Selvagem, é um filme de 2007, estrelado por Emile Hirsch como McCandless, dirigido por Sean Penn e com trilha sonora composta por  Eddie Vedder. Pronto, parei, acho que não preciso seguir em frente com a dica de filme da vez. :p

Into The Wild é uma adaptação do livro de não-ficção de mesmo nome de 1996 de Jon Krakauer, baseado nas viagens de Christopher McCandless na América do Norte e sua vida no deserto do Alaska, no início da década de 1990.

Em 1990, com 22 anos, Christopher McCandless ao terminar a faculdade, doa todo o seu dinheiro a uma instituição de caridade, muda de identidade e parte em busca de uma experiência genuína que transcendesse o materialismo do cotidiano. Ele viaja por uma boa parte da América (chegando mesmo ao México) de carona, a pé, ou até de canoa, arranjando empregos temporários sempre que o dinheiro faltasse, mas nunca se fixando muito tempo no mesmo local.

Filme  Into The Wild 1

Desconfiado das relações humanas e influenciado pelas suas leituras, que incluíam Tolstoi e Thoreau, ansiava por chegar ao Alasca, onde poderia ficar longe do homem e em comunhão com a natureza selvagem e pura. O que lhe acontece durante este percurso transforma o jovem num símbolo de resistência para inúmeras pessoas.

Sean Penn tem o cuidado de intercalar a viagem de McCandless com breves flashbacks do seu passado, ao som da espetacular trilha sonora de Eddie Vedder. É um filme absolutamente fluido e gostoso de assistir. São duas horas e meia de puro encantamento, emoção e identificação. Quem nunca sentiu a necessidade de se isolar, mesmo que por poucos dias, e ficar apenas na companhia da natureza?

Para quem não leu o livro e não conhece a história, o final é surpreendente e revelador. McCandless acaba descobrindo algo que aparentemente é óbvio, mas poucas pessoas dão o verdadeiro valor.

Filme  Into The Wild 2

Esse filme, as frases, as citações e o entendimento de mundo de McCandless inspiraram uma das minhas tatuagens com os dizeres: Happiness is only real when shared. O que quer dizer: felicidade só é verdadeira quando compartilhada. Percebam o nível de amor por esse filme. E quem sabe um dia poderei fazer uma viagem e visitar os lugares lindos por onde ele passou. Sempre que assisto, choro litros e rios. Mas é um choro libertador, que faz bem à alma. Façam o favor de assistir e voltar pra me contar o que acharam, ok? Nosso mundo doido precisa muito de pessoas como McCandless. 😉

 

TV e Cinema

Top 5 Comédias Românticas

10/08/2014

Top-5-Com-C3-A9dias-Rom-C3-A2nticas-Manteiga-Derretida

Se você não souber dosar e separar as coisas, comédias românticas podem fazer mais mal do que bem. Não existem homens como os do filme (pelo menos não que eu conheça) e nem finais felizes e perfeitos. A realidade é bem outra, entenda isso de uma vez por todas. E não, não é pessimismo, é realismo. Não dá pra viver eternamente esperando o tal príncipe encantado. Mas a parte boa é que sempre dá pra aprender alguma coisa legal com esse tipo de filme. E também não há mulher na TPM que resista a um pouco de romance na vida, né?. Então prepare o choro, a panela de brigadeiro e confira o meu top 5 comédias românticas.

1. P.S. Eu Te Amo

Holly Kennedy (Hilary Swank) é casada com Gerry (Gerard Butler), um engraçado irlandês por quem é completamente apaixonada. Quando Gerry morre, a vida de Holly também acaba. Em profunda depressão, ela descobre com surpresa que o marido deixou diversas cartas que buscam guiá-la no caminho da recuperação.

2. Amizade Colorida

Jamie (Mila Kunis) é uma jovem recrutadora de Nova York que convence um cliente em potencial (Justin Timberlake) a deixar seu emprego em Los Angeles para trás e aceitar um emprego na Big Apple. Ele aceita a proposta e logo os dois se tornam bons amigos. Um dia, após assistir um filme na casa dela, surge o papo do quanto a carência sexual incomoda ambos. Eles fazem um pacto de que terão apenas sexo, sem qualquer envolvimento emocional. Só que, aos poucos, a intimidade faz com que eles se tornem cada vez mais próximos e interessados um no outro.

3. 10 Coisas Que Odeio Em Você

A situação está tensa na casa dos Stratford. Bianca (Larisa Oleynik) não vê a hora de arranjar um namorado, mas seu pai (Larry Miller) não permite que ela saia com garotos. Após muita insistência, o pai toma uma resolução: Bianca pode namorar, desde que sua irmã, Katharina (Julia Stiles), namore também. Só que Katharina é uma verdadeira megera, que não tem amigos na escola nem em lugar algum. Para resolver a questão, Cameron (Joseph Gordon-Levitt), apaixonado por Bianca, resolve contratar o misterioso Patrick Verona (Heath Ledger) para seduzir a futura cunhada.

4. Questão de Tempo

Ao completar 21 anos, Tim (Domhnall Gleeson) é surpreendido com a notícia dada por seu pai (Bill Nighy) de que pertence a uma linhagem de viajantes no tempo. Ou seja, todos os homens da família conseguem viajar para o passado, bastando apenas ir para um local escuro e pensar na época e no local para onde deseja ir. Cético a princípio, Tim logo se empolga com o dom ao ver que seu pai não está mentindo. Sua primeira decisão é usar esta capacidade para conseguir uma namorada, mas logo ele percebe que viajar no tempo e alterar o que já aconteceu pode provocar consequências inesperadas.

5. Como Perder Um Homem Em 10 Dias

Ben Barry (Matthew McConaughey) é um publicitário que faz uma grande aposta com seu chefe: caso faça com que uma mulher se apaixone por ele em 10 dias ele será o responsável por uma concorrida campanha de diamantes que pertence à empresa. A vítima escolhida por Ben é Andie Anderson (Kate Hudson), uma jornalista feminista que está desenvolvendo uma matéria sobre como perder um homem em 10 dias e está decidida a infernizar a vida de qualquer homem que se aproximar dela. Ambos se conhecem em um bar, sendo que escolhem um ao outro como alvo de seus planos.

É claro que com o tempo essa lista pode mudar. Tem alguns outros que gosto muito também: O Lado Bom Da Vida, (500) Dias Com Ela, Sexo Sem Compromisso, O Melhor Amigo Da Noiva, A Verdade Nua E Crua, As Vantagens De Ser Invisível, Amor Sem Fim, Para Sempre, entre outros.

Curtiram meu top 5? Quais filmes vocês acrescentariam ou tiraram da lista?